Novas formas de privatização da gestão educacional no Brasil: as corporações e o uso das plataformas digitais

Theresa Adrião, Cassia Alessandra Domiciano

Resumo


Neste artigo analisamos a adoção de ferramentas digitais por sistemas estaduais públicos de ensino, compreendendo tal ação como uma forma de privatização da gestão da educação básica. A partir dos dados da pesquisa Análise do mapeamento das estratégias de privatização da educação básica no Brasil: atores, programas e consequências para a educação pública, financiada pela FAPESP (processo 2019/12230-7) e de consultas ao site Educação e Coronavírus, encontramos a presença da plataforma Google For Education nas redes estaduais de ensino com crescimento de 150% do período de 2005-2018 para 2020, mostrando a capilaridade desta plataforma nas redes educacionais.

Palavras-chave


Privatização da gestão educacional. Plataformas Digitais. Google for Education.

Texto completo:

PDF

Referências


ADRIÃO, Theresa; PERONI, Vera. Consequências da atuação do Instituto Ayrton Senna para a gestão da educação pública: observações sobre 10 estudos de caso. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 6, n. 1, p. 45-53, jan.-jun., 2011.

ADRIÃO, Theresa Maria Freitas de; GARCIA, Teise de Oliveira Guaranha. Mudanças organizacionais na gestão da escola e sua relação com o mundo empresarial: aprofundamento da privatização na educação básica brasileira? Educação: Teoria e Prática, Rio Claro, v. 25, n. 50, p. 435-452, set.-dez., 2015.

ANTUNES, Ricardo. Adeus ao trabalho? Ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. São Paulo: Cortez, 1995.

ANTUNES, Ricardo. Os Sentidos do Trabalho: ensaio sobre a afirmação e negação do trabalho. 7 ed. São Paulo: Boitempo, 1999.

BELFIELD, Clive; LEVIN, Henry. Education Privatization: causes, consequences, and Planning Implications. Paris: UNESCO, 2002. p. 5-79.

BRAVERMAN, Harry. Trabalho e capital monopolista: a degradação do trabalho no século XX. Trad. Nathanael Caixeiro. Rio de Janeiro Zahar Editores, 1981.

BRUNO, Lúcia. Educação e desenvolvimento econômico no Brasil. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 16, n. 48, p. 545-562, set.-dez., 2011.

CAETANO, Maria Raquel. A Base Nacional Comum Curricular e os sujeitos que direcionam a política educacional brasileira. Revista Contrapontos, Itajaí, v. 19, n. 2, p. 132-141, 2019.

CARVALHO, André Simplício. A técnica logística no toyotismo: uma aproximação geográfica do just-in-time. GEOUSP Espaço e Tempo, [Online], v. 21, n. 1, p. 32-47, 2017.

COSTA, Marilda. Terceiro Setor, Teoria das organizações e qualidade na educação. Perspectiva. Florianópolis, v. 30, n. 3, p. 1011-1044, set.-dez., 2012.

FERRETTI, Celso João. As mudanças no mundo do trabalho e a qualidade da educação. In.: MARKET, Werner (Org.). Trabalho, Qualificação e politecnia. Campinas: Papirus, 1995.

FOSTER, John Bellamy. The Financialization of Capital and the Crisis. Monthly Reviewan Independent Socialist Magazine, v. 59, n. 11, s/p, abr. 2008.

GARCIA, Teise. A gestão escolar no contexto da privatização na educação básica. RPGE-Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 22, n. esp. 3, p. 1355-1376, dez., 2018. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/12232/7966 - Acesso em: 7 de nov. 2020

GENTILI, Pablo; SILVA, Tomas Tadeu da. Neoliberalismo, Qualidade Total e Educação. Petrópolis: Vozes, 1994.

GOOGLE. Ajuda do administrador do Google Workspace. Suporte Google, 2020a. Disponível em: https://support.google.com/a/answer/134628 - Acesso em 7 nov. 2020a.

GOOGLE. Ajuda do Google para Organizações sem fins lucrativos. Suporte Google, 2020b. Disponível em: https://support.google.com/nonprofits/answer/3215869?hl=en – Acesso em 7 de nov. 2020

HARVEY, David. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. Tradução Adail Ubirajara Sobral e Maria Stela Gonçalves. 18 ed. São Paulo: Edições Loyola, 2009.

HYPOLITO, Álvaro Moreira. Políticas curriculares, Estado e regulação. Educ. Soc., Campinas, v. 31, n. 113, p. 1337-1354, dez., 2010.

LABIDI, Sofiani. Google! O Imparcial. Bastidores, São Luiz do Maranhão, 10 de mai., 2019. Disponível em: https://oimparcial.com.br/colunas/sofiani-labidi/google/ - Acesso em: 7 de nov. de 2020.

LIMA, Licínio Carlos. Modernização, racionalização e optimização: perspectivas neo-taylorianas na organização e administração da educação. Cadernos de Ciências Sociais, Porto, n. 14, p. 119-139, jan. 1994.

LOJKINE, Jean. A revolução informacional. São Paulo: Cortez, 1995.

LÖWY, Michel. A teoria do desenvolvimento desigual e combinado. Revista outubro, ed. 1, n. 6, 1998.

OLIVEIRA, Dalila Andrade. Qualidade Total na educação: questões relativas ao processo de trabalho e à gestão da escola. In: FIDALGO, Fernando Selmar; MACHADO, Lucília. Controle da Qualidade Total: uma nova pedagogia do capital. Belo Horizonte: Movimento de Cultura Marxista, 1996.

OLIVEIRA, Dalila Andrade. Nova gestão pública e governos democrático-populares: contradições entre a busca da eficiência e a ampliação do direito à educação. Educ. Soc., Campinas, v. 36, n. 132, p.625-646 jul.-set., 2015.

OLIVEIRA, Regina Tereza Cestari de; BALDUÍNO, Maria Aparecida Canale. Projeto Jovem do Futuro: uma tecnologia do Instituto Unibanco para gestão de escolas públicas de Ensino Médio. Educação: Teoria e prática, Rio Claro, v. 25, n. 50, p. 547-561, set.-dez., 2015. Disponível em: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/educacao/issue/view/1017 - Acesso em 7 de nov. 2020.

OLIVEIRA, Fabiana. Escolas na mira das corporações da internet. Outras Palavras. São Paulo, s/p., 4 de jun. 2019. Disponível em: https://outraspalavras.net/tecnologiaemdisputa/escolas-na-mira-das-corporacoes-da-internet/ - Acesso em 7 de nov. 2020.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios: PNAD. Rio de Janeiro: IBGE, 2018. Disponível em: https://ftp.ibge.gov.br/Trabalho_e_Rendimento/Pesquisa_Nacional_por_Amostra_de_Domicilios_continua/Anual/Acesso_Internet_Televisao_e_Posse_Telefone_Movel_2018/Analise_dos_resultados_TIC_2018.pdf - Acesso em 7 de nov. 2020

PARO, Vitor. Parem de preparar para o trabalho! Reflexões acerca dos efeitos do neoliberalismo sobre a gestão e o papel da escola básica. In: FERRETI, Celso João et al. (Org.). Trabalho, formação e currículo: para onde vai a escola? São Paulo: Xamã, 1999.

POWLES, Júlia. Google and Microsoft have made a pact to prospect surveillance capitalism. The Guardian. News, may., 2016. Disponível em: https://www.theguardian.com/technology/2016/may/02/google-microsoft-pact-antitrust-surveillance-capitalism - Acesso em 7 nov. 2020.

SCHILLER, Dan. Internet y los negócios. In.: c@ambio:19 ensayos fundamentales sobre cómo internet está cambiando nuestras vidas. s/d. p. 257-283. Disponível em: https://www.bbvaopenmind.com/wp-content/uploads/2014/01/BBVA-OpenMind-libro-Cambio-19-ensayos-fundamentales-sobre-c%C3%B3mo-internet-est%C3%A1-cambiando-nuestras-vidas-Tecnolog%C3%ADa-Interent-Innovaci%C3%B3n.pdf - Acesso em: 7 de nov. 2020.

SCHILLER, Dan. Digital Capitalism: Networking the Global Market System., Cambridge: MIT Press, 1999, 294 p.

SILVA, José Carlos Teixeira da. Tecnologia: novas abordagens, conceitos, dimensões e gestão. Revista Produção, v. 13, n. 1, p. 50-63, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/prod/v13n1/v13n1a05.pdf - Acesso em 16 de out. 2020.

SCASSERA, Sofía; SAI, Leonardo Fabián. La cuestión de los datos: Plusvalía de vida, bienes comunes y Estados inteligentes. Buenos Aires: Fundación Friedrich Ebert, jun. 2020. p. 1-20. Disponível em: http://library.fes.de/pdf-files/bueros/argentinien/16371.pdf - Acesso em 7 de nov. 2020

VENCO, Selma. PRECARIEDADES: desdobramentos da Nova Gestão Pública no trabalho docente. Crítica e Sociedade, Uberlândia, v. 6, n. 1, p. 72-90, nov., 2016.

ZUBOFF, Shoshana. Big Other: Surveillance Capitalism and the Prospects of an Information Civilization. Journal of Information Technology, n. 30, p. 75–89, 2015.

ZUIN, Vânia Gomes; ZUIN, Antônio Álvaro Soares. A formação no tempo e no espaço da internet das coisas. Educ. Soc., Campinas, v. 37, n. 136, p. 757-773, jul.-set., 2016.




DOI: https://doi.org/10.22420/rde.v14i30.1223



Indexada em:

Bibliografia Brasileira de Educação (BBE – CIBEC/INEP/MEC).
Latindex – Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal.
Library of Congress (USA).
Rede RVBI - Rede Virtual de Bibliotecas Congresso Nacional.
SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (IBICT/MCT).
EDUBASE - Base de Dados em Educação da UNICAMP.
Portal de Periódicos Científicos da CAPES.
CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México)
Dialnet - BNE/UNIRIOJA/Fundación Dialnet (Espanha)
LivRe! (CIN/CNEN)
Diadorim (Ibict/MCTI)
Fundacao Biblioteca Nacional (RJ);
DOAJ - Directory of Open Access Journals (Dinamarca)
IRESIE - Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IISUE/UNAM-México)