Retratos da infancia: o conhecimento e o lúdico

Marilene Dandolini Raupp, Thaisa Neiverth

Resumo


Nosso objetivo é refletir sobre a especificidade do trabalho na educação infantil, com ênfase no conhecimento e no lúdico, pelo princípio da democratização do conhecimento emancipatório historicamente produzido. Há uma contextualização, por meio de aspectos decorrentes dos avanços legais dessa etapa da educação, priorizando, do ponto de vista legal, a recente passagem do ciclo completo da educação infantil (zero a cinco anos e 11 meses) e o reconhecimento do professor da creche e pré-escola. Demonstramos algumas contribuições do trabalho pedagógico, com crianças de zero a três anos, no Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI) do Centro de Ciências da Educação (CED) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e concluímos com a necessidade da teoria sólida como pilar de sustentação do trabalho pedagógico.

Palavras-chave:    Infância. Educação infantil. Conhecimento. Lúdico. Creche de zero a três anos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22420/rde.v5i9.13



Indexada em:

Bibliografia Brasileira de Educação (BBE – CIBEC/INEP/MEC).
Latindex – Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal.
Library of Congress (USA).
Rede RVBI - Rede Virtual de Bibliotecas Congresso Nacional.
SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (IBICT/MCT).
EDUBASE - Base de Dados em Educação da UNICAMP.
Portal de Periódicos Científicos da CAPES.
CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México)
Dialnet - BNE/UNIRIOJA/Fundación Dialnet (Espanha)
LivRe! (CIN/CNEN)
Diadorim (Ibict/MCTI)
Fundacao Biblioteca Nacional (RJ);
DOAJ - Directory of Open Access Journals (Dinamarca)
IRESIE - Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IISUE/UNAM-México)