Avaliação e carreira do magistério: premiar o mérito?

Sandra M. Zákia L. Sousa

Resumo


O texto explora, inicialmente, contribuições, presentes na literatura, que caracterizam como a avaliação de desempenho se apresenta, tendencialmente, em planos de carreira no Brasil e em outros países. Em seguida, aborda os argumentos que realçam as limitações das estruturas tradicionais da carreira do magistério, bem como os que apontam as vicissitudes das políticas de incentivo baseadas nos resultados da avaliação.

Palavras-chave: Avaliação e incentivos. Avaliação de desempenho dos profissionais da educação. Planos de carreira. Remuneração do magistério.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22420/rde.v2i2/3.126



Indexada em:

Bibliografia Brasileira de Educação (BBE – CIBEC/INEP/MEC).
Latindex – Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal.
Library of Congress (USA).
Rede RVBI - Rede Virtual de Bibliotecas Congresso Nacional.
SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (IBICT/MCT).
EDUBASE - Base de Dados em Educação da UNICAMP.
Portal de Periódicos Científicos da CAPES.
CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México)
Dialnet - BNE/UNIRIOJA/Fundación Dialnet (Espanha)
LivRe! (CIN/CNEN)
Diadorim (Ibict/MCTI)
Fundacao Biblioteca Nacional (RJ);
DOAJ - Directory of Open Access Journals (Dinamarca)
IRESIE - Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IISUE/UNAM-México)