Imagens do cotidiano escolar: gênero e sexualidades nos desenhos de estudantes de uma escola pública

Jonas Alves da Silva Junior, Leandro Rodrigues Nascimento da Silva

Resumo


Este artigo objetiva esquadrinhar representações de gênero e sexualidades, por meio de desenhos e rabiscos realizados por alunos/as de uma escola pública estadual do Rio de Janeiro. Vamos discutir e problematizar as questões relacionadas à infância e às representações das masculinidades e feminilidades que despontam nos desenhos. Os desenhos, grafismos e rabiscos não foram expressos em papel, mas, em paredes, mesas, cadeiras e outros objetos em 12 salas de aula. Como referencial teórico, recorremos a autores/as dos estudos culturais e de gênero. Optamos por analisar as imagens que os alunos e as alunas fizeram por considerá-las artefatos artísticos do cotidiano, potentes e reveladores. E concluímos que a sala de aula é um verdadeiro amálgama de discursos sobre as sexualidades que, silenciosa, diz muito através das pichações.

Palavras-chave


Sexualidades. Gênero. Educação. Cultura Visual.

Texto completo:

PDF

Referências


AUMONT, J. A imagem. 1. ed. Campinas, São Paulo: Papirus, 2000.

BARTHES, R. Elementos de semiologia. 3. ed. São Paulo: Cultrix/ Editora da USP, 1971

CORACINI, M. J. R. F. Concepções de leitura da (pós-)modernidade. In: Lima, R.C de C. P. (Org.). Leitura: múltiplos olhares. Campinas, São Paulo: Mercado das Letras; São João da Boa Vista, SP: Unifeob, 2005. p. 15-44.

CORAZZA, Sandra Mara Corazza. História da infância sem fim. 1 ed. Ijuí – RS: Editora Unijuí, 2000.

COSTA, Ana Valéria de F. Odoyà! Representações de Iemanjá na trama das imagens. 1. ed. Rio de Janeiro: Imperial Novo Milênio, 2016.

FERRARI, Anderson. Ma Vie en Rose e o Desafio da Escola. In: FILHA, Constantina Chavier. Sexualidades, gêneros e infâncias no cinema. 1. ed. Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2014. p. 121-137.

FREIRE, PAULO. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 33. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2006.

HARAWAY, Donna. Um manifesto para os cyborgs: ciência, tecnologia e feminismo socialista na década de 80. In: HOLLANDA, Heloisa Buarque de. Tendências e impasses: o feminismo como crítica da cultura. 1. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1994. p. 243-258.

LINS, Regina Navarro; BRAGA, Flávio. O livro de ouro do sexo. 1. ed. Rio de Janeiro: Ediouro Publicações Ltda, 2009.

LOURO, Guacira Lopes. O currículo e as diferenças sexuais e de gênero. In: COSTA, Marisa Vorraber. O currículo nos limiares do contemporâneo. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 1999. p. 85-92.

MEIRELES, Cecília. Crônicas de viagem 3. ed. Rio de Janeiro. Editora Nova Fronteira. 1999.

MICHEL, Foucault. Microfísica do Poder. 22. ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 2006.




DOI: https://doi.org/10.22420/rde.v14i28.1104



Indexada em:

Bibliografia Brasileira de Educação (BBE – CIBEC/INEP/MEC).
Latindex – Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal.
Library of Congress (USA).
Rede RVBI - Rede Virtual de Bibliotecas Congresso Nacional.
SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (IBICT/MCT).
EDUBASE - Base de Dados em Educação da UNICAMP.
Portal de Periódicos Científicos da CAPES.
CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México)
Dialnet - BNE/UNIRIOJA/Fundación Dialnet (Espanha)
LivRe! (CIN/CNEN)
Diadorim (Ibict/MCTI)
Fundacao Biblioteca Nacional (RJ);
DOAJ - Directory of Open Access Journals (Dinamarca)
IRESIE - Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IISUE/UNAM-México)