Gestão escolar democrática no MST: a Escola Eduardo Galeano

Thales Moura Brasil Alegro, Everton Rodrigues da Silva

Resumo


A gestão democrática é um dos eixos fundamentais do arranjo organizativo do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), tem a participação como componente garantidor da democracia e a educação no movimento segue o mesmo norte. Entretanto, suas escolas, frequentemente, estão ligadas a secretarias estaduais ou municipais de educação para obter reconhecimento pelo Ministério da Educação e Cultura. É o caso da Escola Eduardo Galeano, investigada nesta pesquisa, que entrou em funcionamento no segundo semestre de 2016 e funciona como extensão – ou segundo endereço – de uma escola na área urbana. O objetivo desta pesquisa foi compreender as singularidades da gestão democrática escolar praticada pelo MST, tendo como referência a tensão entre dois modelos de gestão.

Palavras-chave


MST. Gestão participativa. Gestão democrática. Educação do campo.

Texto completo:

PDF

Referências


BOURDIEU, Pierre. Escritos de Educação. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

BORGES, Idelzuith Sousa. et. al. A Pedagogia da Alternância praticada pelos CEFFAs. In: Territórios Educativos na Educação e no Campo: escola, comunidade e movimentos sociais. 2ª edição, Belo Horizonte, Editora Gutemberg, 2012.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 02 jun. 2020.

BRASIL. Lei nº13.005, de 25 de junho de 2014. Plano Nacional de Educação – PNE. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/pne.pdf. Acesso em: 02 jun. 2020.

BRUNO, Lúcia. Poder e administração no capitalismo contemporâneo. 11ª edição, Petrópolis, Editora Vozes, 2016.

DAL RI, Neusa Maria. VIEITEZ, Candido Giraldez. A educação do movimento dos sem terra: Instituto de Educação Josué de Castro. Educ. Soc., Campinas, v. 25, n. 89, p. 1379-1402, set./dez. 2004.

DAL RI, Neusa Maria; VIEITEZ, Candido Giraldez. Gestão democrática na escola pública: uma experiência educacional do MST. Revista portuguesa de educação, Minho, v. 23, n. 1, p. 55-80, jun./nov. 2010.

FREIRE, Paulo. A educação na cidade. São Paulo: Cortez, 1991.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 60. ed. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 2016.

GLUZ, Nora. Las luchas populares por el direcho a la educación: experiencias educativas de movimentos sociales. 1. ed. Buenos Aires: Clacso, 2013.

MARQUES, Luciana Rosa. Gestão democrática da educação: os projetos em disputa. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 8, n. 15, p. 463-471, jul./dez. 2014.

OLIVEIRA, Dalila Andrade. Gestão democrática da educação. 11. ed. Petrópolis: Vozes, 2016.




DOI: https://doi.org/10.22420/rde.v14i29.1086



Indexada em:

Bibliografia Brasileira de Educação (BBE – CIBEC/INEP/MEC).
Latindex – Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal.
Library of Congress (USA).
Rede RVBI - Rede Virtual de Bibliotecas Congresso Nacional.
SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (IBICT/MCT).
EDUBASE - Base de Dados em Educação da UNICAMP.
Portal de Periódicos Científicos da CAPES.
CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México)
Dialnet - BNE/UNIRIOJA/Fundación Dialnet (Espanha)
LivRe! (CIN/CNEN)
Diadorim (Ibict/MCTI)
Fundacao Biblioteca Nacional (RJ);
DOAJ - Directory of Open Access Journals (Dinamarca)
IRESIE - Indice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (IISUE/UNAM-México)